SACRAMENTOS: CRISMA

18 de setembro de 2018 Pascom Santa Mena 0 Comments

O Selo do Espírito Santo

Qual é a importância do sacramento da Confirmação/Crisma? Falamos anteriormente da “responsabilidade de pais e padrinhos” no sacramento do Batismo, que é o primeiro sacramento da iniciação a vida cristã. Conforme o Catecismo da Igreja Católica (CIC, p. 340), “O santo Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, a porta da vida no Espírito e a porta que abre o acesso aos demais sacramentos”. No entanto, o sacramento da Confirmação é o selo pelo qual recebemos o Dom do Espírito Santo. Assim como aconteceu em Pentecostes (Cf. Atos 2), o Espírito Santo vem sobre os discípulos, e cada batizado que pede à Igreja recebe o mesmo Dom.

A Confirmação de modo particular tem este derramamento do Espirito Santo sobre o fiel cristão, dessa forma ele é introduzido na vida pública. O fiel recebe esse encorajamento para ser testemunho do amor a Deus. O Espírito Santo, é esse selo que vem do alto, dando o fortalecimento necessário para que o crismado seja um “soldado da estirpe de Cristo”.

Essa “marca”, o imprimir “caráter” do Espírito Santo que o cristão recebe quer manifestar que somos totalmente de Cristo e estamos ao seu serviço na extensão do Reino, fortalecidos pela graça do Senhor.

Papa Bento XVI no seu discurso no estádio “Meazza”, para os crismando dizia:

“… Chamado este ano de “O espetáculo do Espírito”. … Descobriram o grande valor do Batismo, o primeiro sacramento, a porta de entrada da vida cristã. Vocês o receberam graças aos vossos pais, que junto aos padrinhos, em nome de vocês, professaram o Credo e se empenharam para educar-vos na fé”.

            Aquele que agora recebe o sacramento da Confirmação, é chamado vivenciar como “senso da pertença à Igreja de Jesus Cristo” (CIC, 362). Já não são os pais que vão professar e sim, o próprio fiel, que tem a responsabilidade do seu ““sim” a Deus, um “sim” livre e consciente” (Papa Bento, discurso em Meazza).

            Enfim, a beleza que o confirmado agora professa é ser membro do amor de Deus, e, que esse amor, seja sinal para que outras pessoas professem a fé em Cristo Jesus, esse testemunho também seja para aqueles que vão ser confirmados (crismados), que possam ser membros da comunidade de Jesus. Ser confirmado é ter o selo de compromisso com o sacramento do Batismo.

Ricardo T. Monteiro.

Leave a Reply:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *