PASCOM PARÓQUIA SANTA MENA

A comunicação como dom e responsabilidade
Neste mês de Abril a Pastoral da Comunicação da Paróquia Santa Mena completa 8 Anos,
queremos agradecer a todos que sempre participaram e ajudaram a Pastoral, em especial
aqueles que tem outras atividades na Igreja não é agente da Pastoral mas sempre nos
ajudam com textos e matérias das suas respectivas pastorais, essa participação das
pastorais é muito importante para nós.
Criado à imagem e semelhança de Deus, o ser humano se comunica não por uma exigência,
mas por um dom natural; não por uma ordem, mas por uma vocação. Deus chamou o ser
humano à existência, dando-lhe a tarefa de ser artífice. A vocação de comunicar se expressa
por meio do dom da criatividade, do uso da inteligência e da liberdade. Não somos frutos do
acaso. Fazemos parte de uma história que se desenrola sob o olhar amoroso de Deus. Em
toda a História da Salvação, Deus revela-se como Pai amoroso. Para São Paulo, o amor é o
maior de todos os dons. A comunicação, em sua natureza e manifestação, é a expressão do
amor maior. A comunicação amorosa liga-se intimamente à comunicação misericordiosa. A
mensagem da comunicação chega ao coração das pessoas quando estas se percebem
acolhidas e amadas. A Trindade, comunidade comunicadora. A Trindade é, por sua
natureza, comunicadora. Criando, salvando e santificando, o Pai, o Filho e o Espírito Santo
redimem os seres humanos e glorificam para sempre a comunicação nas suas dimensões
humana e divina. O profundo e íntimo vínculo da Trindade é descrito no Novo Testamento
como uma relação que não permanece fechada na impenetrabilidade de um céu distante,
mas é revelada aos pequenos pela encarnação do Filho. Na Trindade, a Igreja torna-se sinal
e exemplo de comunicação.
Daniel Gomes / Coordenador Pascom Santa Mena
Texto base/ Documento 99 da CNBB Diretório de Comunicação

A comunicação como dom e responsabilidadeNeste mês de Abril a Pastoral da Comunicação da Paróquia Santa Mena completa 8 Anos,queremos agradecer a todos que sempre participaram e ajudaram a Pastoral, em especialaqueles que tem outras atividades na Igreja não é agente da Pastoral mas sempre nosajudam com textos e matérias das suas respectivas pastorais, essa participação daspastorais é muito importante para nós.Criado à imagem e semelhança de Deus, o ser humano se comunica não por uma exigência,mas por um dom natural; não por uma ordem, mas por uma vocação. Deus chamou o serhumano à existência, dando-lhe a tarefa de ser artífice. A vocação de comunicar se expressapor meio do dom da criatividade, do uso da inteligência e da liberdade. Não somos frutos doacaso. Fazemos parte de uma história que se desenrola sob o olhar amoroso de Deus. Emtoda a História da Salvação, Deus revela-se como Pai amoroso. Para São Paulo, o amor é omaior de todos os dons. A comunicação, em sua natureza e manifestação, é a expressão doamor maior. A comunicação amorosa liga-se intimamente à comunicação misericordiosa. Amensagem da comunicação chega ao coração das pessoas quando estas se percebemacolhidas e amadas. A Trindade, comunidade comunicadora. A Trindade é, por suanatureza, comunicadora. Criando, salvando e santificando, o Pai, o Filho e o Espírito Santoredimem os seres humanos e glorificam para sempre a comunicação nas suas dimensõeshumana e divina. O profundo e íntimo vínculo da Trindade é descrito no Novo Testamentocomo uma relação que não permanece fechada na impenetrabilidade de um céu distante,mas é revelada aos pequenos pela encarnação do Filho. Na Trindade, a Igreja torna-se sinale exemplo de comunicação.
Daniel Gomes / Coordenador Pascom Santa MenaTexto base/ Documento 99 da CNBB Diretório de Comunicação



VOLTAR



COMPARTILHE ESTA PAGINA


Deixe um comentário

 

 
 
© 2014 - Paróquia Santa Mena - Todos os Direitos Reservados
Av. Suplicy, 197 - Jardim Santa Mena - Guarulhos/SP - Tel: (11) 2455-9434


Este website é melhor visualizado em 1280x900px - Preferencialmente utilizar Internet Explorer 9 ou Firefox 28 Pode haver erros em navegadores inferiores.